Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Janeiro, 2009

E falta dele..

Peço desde já desculpa aos meus leitores. Como sabem, ou não, fase de exames é sempre complicada para qualquer pessoa. Pois bem, estando eu nessa fase, tenho deixado o blog um bocado de lado. Há que estabelecer prioridades. Contudo, assim que acabar esta fase e antes de me mandar de férias ( para bem longe ), vou tratar de “arrumar a casa”. Um abraço.

Read Full Post »

Are you (still ) there?

Are you there?
Is it wonderful to know
All the ghosts…
All the ghosts…
Freak my selfish out
My mind is happy
Need to learn to let it go

I know you’d do no harm to me

But since you’ve been gone I’ve been lost inside
Tried and failed as we walked by the riverside
And I wish you could see the love in her eyes
The best friend that eluded you lost in time
Burned alive in the heat of a grieving mind

But what can I say now?
It couldn’t be more wrong
Cos there’s no one there
Unmistakably lost and without a care
Did we lose all the love that we could have shared
And its wearing me down
And its turning me round
And I can’t find a way
Now to find it out
Where are you when I need you…

Are you there?

Read Full Post »

Cantina @ 12:00:

 

Mas afinal que se passa aqui meu bom povo?

E a gaja de ontem? Brilhante… Soberba….Tão macia… Duas cervejas e já estava comigo. Que mamas…. E o cuzinho?? Que miminho…

Bastante fácil. Porra, nunca vi tal coisa. Quer dizer, não vi, mas já me contaram. Mas não é de admirar. A gaja tem mesmo fama de puta…

Oh, mas também aquela era e não tinha fama…

Às vezes têm mais proveito que fama. Outras preferem o contrário, mesmo sem ter proveito..

( Risos…)

Mas e hoje que vão fazer? Estou a ver que a vossa noite foi animada…

Oh só putas… Beber uns canecos… Enfim the usual stuff. São tão fáceis, sem nada no cérebro. 

Acredita meu… Tipo, vêm-me a entrar olham logo para mim… Ahahaha patético..

Oh é tão fácil…

Mas e mais qualquer coisa? Que tal sairmos e ir a um bar, para falar…

Para falar, falamos aqui…

Também afinal queres falar de quê?

Sei lá… De qualquer coisa… MENOS DE GAJAS…

Como assim menos de gajas? 

( risos )

Vamos falar de gajos então??? Querem ver?

Mas isto resume-se a beber, sair e gajas? O que vos rodeia? O que é certo e errado? O que vos faz viver… o que vos faz sentir..

( … )

Come a sopa que isso passa-te…

Read Full Post »

Without sense…

desert-night-sky-at-yulara

Voltaste… Pedi-te para parares. Mas sempre consegues o que queres… Não, não te percebo. Não te compreendo. Indiscriminadamente perverso. Tu, tu e mais tu! Nem acredito que voltaste a fazer o mesmo. Eu pedi-te, como te pedi… Como te implorei para parares. Ouviste? Percebeste o que eu disse?  Não…Claro que não… Poderia ser de outra maneira? De outra maneira menos fria? Mais real? Mais MINHA?!  Pedes-me conselhos e eu dou-te. Pedes-me ajuda e lá estou eu. Peço-te paz e tu dás-me guerra. Dás-me dor e desespero. Desespero que me destrói… Eu nunca pensei que alguém pudesse chegar a isto! Nunca! Dor, choro, desespero, culpa. E agora, que sobrou de mim? Eu não sinto nada…. Como pude chegar a isto? Frio por dentro é só isso que sinto…. Um frio que me invadiu e que tomou posse de todo o meu ser. Que me matou…Matou toda a vida que ainda restava… Que mais queres?? Eu não percebo, eu não sei o que queres… Eu não tenho mais nada para te oferecer… Nem sonhos, nem vontades, nem nada… Ficaste com tudo, mas estás à espera que nasça algo, para voltares a confiscar… Sempre neste ciclo egoísta e mesquinho.. Que eu nem acredito que tu o possas controlar… Tenho pena de ti… Tenho pena por nem tu saberes o que queres ao certo… Tu que fazes parte de mim…Revejo-te em tudo o que faço, sim por que tu fazes parte de mim, e sinto pena. Pena de ser isto… frio… tanto frio.

Read Full Post »

Midnight laugh…

Programa da sic Todos em linha. Gostei especialmente do de hoje, porque me fez rir. Profissões começadas por “F”: filósofo. Ser filósofo é uma profissão? Ou será uma condição essencial à existência humana? Parece que é o mesmo que ser médico: só alguns é que o podem ser. Qualquer ser que se interroga pelo sentido da vida, pelo que o rodeia e por tudo que está longe de ter uma resposta lógica e não subjectiva é um filósofo, para mim.

Read Full Post »

“Oh então estava eu ali a olhar e apareceu-me aquele traste. Aquele jumento que sempre me maltratou! Passou por mim e nem me cumprimentou! Que atrevimento, que descarado! Desde a escola que sempre foi assim: arrogante e de nariz empinado, um autêntico palerma. Deve-se julgar como o outro, Rei de Espanha, pobre tolo! Sempre fui superior a ele e aos seus amigos idiotas. Sempre a bajular e a meter nojo! Nunca tive condições ( quem mas poderia dar?) económicas para rivalizar com ele. Sempre a gabar-se disto e daquilo. Que raiva! Ahhhhh….a pontada. Tenho que me acalmar, mas não consigo! Que raiva! Desgraçado sempre com inveja de mim. Sempre soube que se fosse para o vencer seria pelas notas lá na escola. Para quê? No final de que me serviu? De merda nenhuma. Vivo neste buraco há dez anos! Dez anos! Safou-se logo o burro, arranjou um emprego jeitoso, cortesia dos amigos dos pais e pronto, em vez de se fazer à vida, a vida fez-se a ele. E é assim!  Passa por mim, ele e os palermas que o acompanham, e nem um “olá”. Pufff….Enfim nem vale a pena ter relações com gente dessa laia. É isso mesmo, tenho toda a razão! Não me diz nada, porque sabe que não estamos ao mesmo nível. Porque sabe que nem conseguiria ter uma conversa literária comigo! Ah porra lá para isto e para essa gentinha pequena. Pequena em tudo!  Em nível e principalmente em cultura e educação! Nem a porra de um jornal lêem! Ignorantes analfabetos! Julgam-se com muito dinheiro e muitas posses e blablabla e nem o raio de uma carta sabem escrever! Que comédia que estupidez. Fico muito melhor sem eles eu e o meu buraco.”

 

Em memória de Gógol e de Dostoiévski. 

Read Full Post »

Votação(zinha)

A vaidade é inimiga do homem. Mas também gosto de ver o meu trabalho apreciado. Por isso mesmo, se tivessem que eleger uma das minhas histórias, qual seria a saga?

P.S. Para quem nunca leu, podem sempre lê-las agora, devido ao seu reduzido tamanho.

Read Full Post »

Older Posts »